Atlético alcança a marca nesta quarta-feira, diante do River Plate, em Buenos Aires

Quando entrar em campo no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, na próxima quarta-feira (11), para encarar o River Plate, da Argentina, na partida de ida pelas quartas de final da Copa Libertadores, o Atlético será o nono clube brasileiro a alcançar a marca de 100 jogos na competição, numa história que incluiu mais de seis voltas ao mundo considerando-se as distâncias percorridas nas 50 partidas longe de Belo Horizonte.

Nas 50 viagens que os alvinegros já fizeram pela América para jogar a competição, foram percorridos 247.278 quilômetros, isso contando o trajeto de ida e volta e traçando uma linha reta entre a capital mineira e os destinos alvinegros. Para uma volta completa na Terra são necessários vencer cerca de 40 mil quilômetros.

A cidade mais visitada pelo Galo é Assunção, no Paraguai, onde já esteve por oito vezes, sendo o confronto mais marcante em 2013, apesar da derrota de 2 a 0, na partida de ida da decisão do título que foi conquistado.

As cidades visitadas pelo Galo

Além disso, a capital paraguaia foi a primeira de outro país a receber o Atlético na Libertadores. Em 16 de março de 1972, empatou por 2 a 2 com o mesmo Olimpia que foi sua vítima na final de 2013.

A primeira partida como visitante foi no Brasil mesmo. Em 9 de março de 1972, o Galo empatou com o São Paulo por 0 a 0, no Morumbi, na capital paulista.

A maior distância para jogar foi percorrida nas idas e voltas para os quatro jogos em Santiago (25.504).

No total, são 27 cidades visitadas pelo Atlético, em dez países, além do Brasil. O Galo esteve presente em toda a América do Sul e jogou também no México, inclusive na campanha vitoriosa de 2013, quando conquistou a Copa Libertadores e passou pelo Tijuana nas quartas de final.

Presença

A partida diante do River Plate será a quarta do Atlético em Buenos Aires, onde ele já tinha enfrentado o time millonario uma vez e o seu maior rival, Boca Juniors, duas.

Foram mais dois jogos na Grande Buenos Aires, em Avellaneda, uma delas na caminhada para a taça, em 2013, diante do Arsenal, com o Galo goleando por 5 a 2.

Esta é a única vitória atleticana em solo argentino, pela Copa Libertadores. O clube jogou ainda em Rosario e Mendoza, com uma derrota e um empate, respectivamente.

Nas 50 partidas como visitante na Copa Libertadores, o Galo soma 14 vitórias, 15 empates e 21 derrotas. Marcou 55 gols e sofreu 66. Nesta quarta-feira, chega ao seu centésimo jogo na principal competição de clubes da América do Sul num dos principais confrontos da sua história no torneio.

Os clubes brasileiros com mais jogos na Libertadores

Foto: Pedro Souza/Atlético

Foto: Pedro Souza/Atlético